CONFERÊNCIA EUROPEIA DE POLÍTICAS DE ARQUITETURA

No âmbito da Presidência do Conselho da União Europeia o país anfitrião realiza habitualmente um fórum de discussão cuja principal missão é analisar, discutir e apresentar propostas para as políticas de arquitetura a nível europeu. Em 2021, a Ordem dos Arquitectos organiza a Conferência Europeia de Políticas de Arquitetura — CEPA (ECAP, no seu acrónimo em inglês), nos dias 8 e 9 de junho 2021, na Fundação Calouste Gulbenkian. 

A CEPA 2021 será uma oportunidade para respondermos ao desafio lançado pela Presidente da Comissão Europeia Ursula von der Leyen, no sentido da construção de uma New European Bauhaus, propondo um diálogo sobre os desafios atuais para um futuro pós-pandémico, cruzando arquitetura, arte, cidade e política.
Um debate sobre novas formas de habitar sob a premissa da “sustentabilidade”, convocando várias gerações de arquitetos, artistas, agentes da cultura, académicos de várias disciplinas, para contribuírem para o debate do nosso tempo.

Enquanto arquitetos não poderíamos estar mais envolvidos neste objetivo e empenhados, com entusiasmo, em responder ao apelo da Presidente da Comissão Europeia, antecipando uma missão da Arquitetura e dos arquitetos como contribuição para a construção da New European Bauhaus. 

A conferência é estruturada sob a forma de depoimentos, keynotes e quatro mesas-redondas: 
A| A New European Bauhaus vista de fora da Europa
B| Transformações da cidade no pós-pandemia
C| A arquitetura, a arte, e a sustentabilidade
D| Políticas da arquitetura e a New European Bauhaus.

Ler +
From Bauhaus to the New House — Post-Covid Landscapes (Da Bauhaus à Nova Casa — Paisagens pós-Covid) resgata o título do livro de Tom Wolfe, From Bauhaus to Our House – uma sátira à escola e cultura modernas – para a contemporaneidade, passados mais de 100 anos da fundação da escola alemã, e acolhendo o sentido de dar à arquitetura, à arte, ao design – à cultura – um papel decisivo no futuro que se quer desenhar no pós-pandemia.

Esta conferência pretende estabelecer pontes entre a ciência e a arte, a economia e a cultura, a sociedade e arquitetura, e entende a interdisciplinaridade e os processos colaborativos como centrais no nosso tempo, reunindo contribuições de vários agentes e geografias europeias e do mundo global.

Assista às conferências em direto. Inscreva-se.

8 JunhoLisbon Time: GMT+1

 
Sessão de abertura

Live Streaming

 
Presidente da Ordem dos Arquitectos

Em 1975, estabeleceu a sua própria prática e, em 1991, fundou o atelier Gonçalo Byrne Arquitectos.
Membro da Associação dos Arquitectos Portugueses/Ordem dos Arquitectos desde 1970 e da Associação Italiana de Arquitetos da Província de Vicenza desde 2008.
Integrou a direção da Secção Portuguesa da UIA, sendo seu delegado em assembleias mundiais e congressos da estrutura.
Tem ensinado em universidades internacionais; Lausanne, Harvard, Veneza, Mendrisio, Leuven, Pamplona, Milão, Kansas State University e outras.
Integrou júris de concursos e prémios; Mies van der Rohe Award 2017; Prémio Vasco Vilalva (Fundação Calouste Gulbenkian); o Swiss Architectural Award - BSI Architectural Foundation (do qual é membro permanente do conselho consultivo), o Premio Juana de Vega (La Coruña) e outros.
 
Comissária Europeia para a Coesão e Reformas

Vogal do Conselho de Administração (2016-2017) e Vice-governadora (2017- 2019) do Banco de Portugal.
Representante de Portugal no Banco Central Europeu, no Conselho de Supervisão do Mecanismo Único de Supervisão (2016-2019).
Deputada ao Parlamento Europeu (2004-2016).
Deputada à Assembleia da República (2002-2004).
Ministra do Planeamento (1999-2002) e do Meio Ambiente (1995-1999).
Vice-presidente executivo da Associação Industrial do Porto (1992-1994).
Vice-presidente da Comissão de Coordenação da Região Norte (1988-1992).
Licenciada em Economia pela Universidade do Porto (1978); Mestrado (1981) e Doutoramento (1985) pela University of Reading, Reino Unido.
Professora universitária (em licença).

 
 
Jorge Figueira // Vogal do Conselho Diretivo Nacional
Crítico e professor de História e Teoria no Departamento de Arquitetura da Universidade de Coimbra. Investigador do Centro de Estudos Sociais.

Carla Lima Vieira // Secretário do Conselho Diretivo Nacional
Desenvolve estudos e projetos de arquitetura e urbanismo, com escalas e programas diversificados, no âmbito da encomenda pública e privada.

Rui Serrano // Vogal do Conselho Diretivo Nacional
Foi vice-Presidente das Câmaras Municipais de Abrantes (2009 a 2013) e de Tomar, onde também foi vereador (2013 a 2016).
Prepara Doutoramento em Arquitetura dos Territórios Metropolitanos Contemporâneos.

 
 
Dirigente da Unidade New European Bauhaus, Joint Research Centre, Comissão Europeia

Desde dezembro 2020 lidera a Unidade NEB, oferecendo a sua experiência na formulação de políticas a nível da UE e o seu interesse pela cultura, a criação e a inovação, criada pelo Joint Research Center (JRC), a que se juntou em 2014 para criar e liderar o Laboratório de Políticas da UE no cruzamento de disciplinas prospetivas, ciências do comportamento e design.
Até novembro de 2020 e desde julho de 2017, foi diretor executivo da Direção de “Competências”, que organiza as competências transversais do JRC, na modelação, avaliação, análise da recolha de texto e dados, transferência de tecnologia ou propriedade intelectual.
Em 2005, coordenou a negociação da União Europeia com a UNESCO na Convenção sobre a Proteção e Promoção da Diversidade das Expressões Culturais.
Formou-se em Direito e Administração na Universidade de Rennes (França) e em Estudos Europeus no Colégio Europeu (Bruges, Bélgica).
 
 
Keynote Speaker

Live Streaming

 
Prémio Pritzker 2011

Nasce no Porto, onde se licencia em Arquitetura pela Escola Superior de Belas-Artes em 1980.
Colabora com os arquitetos Noé Dinis (em 1974), Álvaro Siza Vieira (entre 1975 e 1979) e Manuel Fernandes de Sá (de 1979 a 1980).
Inicia a atividade como profissional liberal em 1980.
De 1981 a 1991 trabalha como Professor Assistente do curso de Arquitetura na FAUP.
Professor convidado em Paris-Belleville, Harvard, Dublin, Zurich, Lausanne, Mendrísio e Mantova.
Participou em vários seminários e conferências em Portugal e no estrangeiro.
Recebeu vários prémios: a Medalha de Ouro Heinrich-Tessenow (2001), o Prémio Pritzker (2011), o Prémio Wolf (2013), o Prémio Piranesi (2017) e o Leão de Ouro na Bienal de Veneza (2018).

 
 
MESA-REDONDA 1: The New Bauhaus para lá da Europa // Moderação Jorge Figueira

Live Streaming

 
Presidente do CIALP, Conselho Internacional dos Arquitectos de Língua Oficial Portuguesa – Macau, República Popular da China

É presidente do CIALP, para o mandato de 2019-2022, e presidente da Docomomo Macau.
Arquiteto pela Faculdade de Arquitetura do Porto (1993) e Doutorado em Arquitetura e Urbanismo pelo Royal Melbourne Institute of Technology (Austrália, 2019).
Atualmente sedeado em Macau, depois de ter vivido nos Açores, Lisboa e São Tomé e Príncipe, é sócio fundador do escritório LBA Architecture and Planning (1999), com Carlotta Bruni, desenvolvendo, para o Governo de Macau, vários projetos de grande escala em infraestruturas, edifícios públicos, e espaços públicos. Foi distinguido, com a praça Nam Van, com a Medalha de Ouro da Arcasia 2005-06, e uma menção do Júri do Prémio Património Ásia-Pacífico da UNESCO, em 2012, pela inovação na Sala de Leitura da Escola Portuguesa de Macau.
Tem tido um percurso ativo no ensino académico e publicações na área do Património e Urbanismo.
 
 
Investigadora, Faculdade de Arquitetura e Planeamento Físico da Universidade Eduardo Mondlane, Maputo, Moçambique

Arquiteta e planeadora física pela Universidade Eduardo Mondlane em Maputo. Pós-graduada em “Espaço Habitacional e Formas de Habitar”, pela Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, onde frequenta programa doutoral com a tese ‘As Formalidades do “Informal”: da autoprodução à autoconstrução nos bairros pericentrais de Maputo’.
Associada a diferentes projetos, tem participado em vários seminários e conferências internacionais, bem como publicado capítulos e artigos científicos em revistas e editoras da especialidade, principalmente sobre os temas da assistência técnica comunitária e da habitabilidade básica nos bairros autoproduzidos de Maputo.
 
 
Atelier Mulemba, Luanda, Angola

Nascido em Luanda (1978), é co-fundador do Atelier Mulemba, um gabinete de design e arquitetura com sede em Luanda, centrado no design inovador e projetos de investigação que se inspiram e respondem ao contexto angolano.
Vive e exerce em Brisbane, Austrália, onde se diplomou como arquiteto pela Queensland University of Technology (2007) e possui um mestrado em Design Futures da Griffith University (2010).
 
 
Diretora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo — Escola da Cidade, São Paulo, Brasil

Nascida em 1970, é arquiteta pela FAUUSP (1993), obteve o grau de Mestre (2005) e, desde 2019, diretora da Escola da Cidade, em São Paulo.
Sócia fundadora do escritório Una arquitetos (1996) e do estúdio UNA MUNIZVIEGAS (desde 2019), dirige uma ampla gama de projetos em diversas escalas e contextos.
De 2014 a 2019, coordenou o curso de pós-graduação “Arquitetura, Educação e Sociedade” na Escola da Cidade, onde, desde 2004, é professora de Projeto.
Em 2021 foi professora em Harvard, coordenando o workshop SP Reaction: Tamanduateí River Mouth. Participou no workshop WAVE2019 no Instituto Universitário de Arquitetura de Veneza; foi keynote speaker no Congresso da UIA 2017 em Seoul; e leciona e expõe em várias outras universidades e centro culturais.

 
 
MESA-REDONDA 2: Transformações da Cidade / pós-covid // Moderação Rui Serrano

Live Streaming

 
Vereador da Câmara Municipal de Lisboa para o Planeamento, Urbanismo e Reabilitação Urbana

Com larga experiência em planeamento urbanístico e em políticas de habitação, a par do seu trabalho académico, como professor e investigador, tem assumido funções na definição e coordenação de políticas públicas, nomeadamente no Município de Lisboa.
Ao longo da sua carreira tem estudado modelos de participação e de governação cidadã, no sentido do desenvolvimento sustentável das cidades, articulando estrategicamente as disciplinas de Engenharia e Planeamento com as Ciências Sociais.
Engenheiro do Território (IST).
 
 
Conselheira da Presidente da Câmara de Paris, França

Acompanha as áreas da arquitetura, património, paisagem urbana, espaços verdes e espaços funerários, depois de ter sido assessora do Vice-Presidente da Câmara e responsável pelo Planeamento Urbano, com o qual implementou o projeto Reinventer Paris, um call internacional para apresentação de projetos inovadores que foi replicado noutras cidades europeias.
Em 2021 recebeu o Prémio European Leadership Award, atribuído pelo Urban Land Institute, para jovens profissionais do setor imobiliário com menos de 40 anos.
É urbanista e filósofa, especializada em estudos ambientais, tendo publicado o seu primeiro livro em 2016, Artefacts Naturels, sobre a reinvenção ecológica e formas de “re-habitar” a natureza. Leciona “questões urbanas” na Faculdade de Ciências Políticas, em Paris, e Filosofia Ambiental na Universidade de Paris Est.
 
 
Geógrafo, investigador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa

Especialista em estudos urbanos e ordenamento do território, foi docente no departamento de Geografia da Faculdade de Letras de Lisboa, presidente da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Regional, consultor da OCDE, Secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades e Pró-Reitor da Universidade de Lisboa.
É membro do Conselho Nacional do Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável e dos Conselhos Gerais da Universidade de Évora e do Instituto Politécnico de Portalegre.
 
 
Professora, Escola de Arquitetura, Arte e Design, Universidade do Minho

Desde 1997, é docente na Escola de Arquitetura da Universidade do Minho, onde desenvolve projetos de arquitetura e desenho urbano no âmbito do seu Centro de Estudos.
É investigadora no Laboratório de Paisagens, Património e Território | Lab2PT.
Lecionou noutras universidades, trabalhou em instituições públicas na área do urbanismo e exerceu profissão liberal como arquiteta, tendo-se formado na Escola Superior de Belas-Artes do Porto (1985).
Integra a Assembleia de Delegados da Ordem dos Arquitectos.
 

Live Streaming

9 Junho

Live Streaming

 
Vice-Presidente da Ordem dos Arquitectos

Escritório próprio, desde 1999, no Porto, onde desenvolve a atividade de projeto em obra pública e privada.
Inúmeras obras publicadas e premiadas e participação em exposições, conferências e workshops, nacionais e internacionais.
Professora convidada do Departamento de Arquitetura da Universidade de Coimbra, de 2008 a 2013.
Membro de órgãos sociais da Ordem dos Arquitectos em 2008-2010 e 2010-2012.
Grau de Grande Oficial da Ordem de Mérito (1999) pela sua participação enquanto arquiteta na Expo’98.
 
 
Bauhaus do Mar

Foi nomeado pelo Governo de Portugal para liderar um grupo de discussão sobre a iniciativa da Nova Bauhaus Europeia, que conduziu à criação da visão para uma Bauhaus do Mar que será proposta para integrar a rede inicial de cinco espaços Bauhaus fundadores.
Professor Catedrático do Instituto Superior Técnico (Universidade de Lisboa) no Departamento de Engenharia Informática, fundou e preside o Instituto de Tecnologias Interactivas (ITI) do LARSyS, a mais importante unidade de investigação nacional em design de Interação Humano-Computador. Defensor da importância do design para a participação e a sustentabilidade, investiga a implicação das tecnologias digitais no envolvimento e inspiração de uma cidadania digital inclusiva, sustentável e ligada a ecossistemas mais amplos.
 
 
MESA-REDONDA 3 - Arquitetura/Arte/Sustentabilidade // Moderação Jorge Figueira

Live Streaming

 
Artista visual

Vive e trabalha em Lisboa.
Opera no campo da tridimensionalidade, desafiando relações de tensão entre a arquitetura e a escultura e potenciando ligações com o lugar, enquanto convoca o espectador para uma posição de performatividade. Alguns projetos resultaram de colaborações com outros artistas plásticos, arquitetos, paisagistas e performers.
A sua obra tem sido exposta em diferentes instituições nacionais e internacionais, destacando: Galleria Nazionale d’Arte Moderna Contemporanea, Roma; Museu de Arte Miguel Urrutia, Bogotá; CaixaForum, Barcelona; Palais des Beaux-Arts de Paris; Carpenter Center for the Visual Arts, Harvard University; The Bronx Museum of the Arts; e MUAC Museo Universitario Arte Contemporáneo, México; etc.
Os seus trabalhos são parte de diversas coleções institucionais e privadas.
 
 
Investigador do Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra — URBiNAT

Professor associado do Departamento de Arquitetura da UC, coordena o projeto europeu "URBiNAT — Healthy corridor as drivers of social housing neighbourhoods for the co-creation of social, environmental and marketable NBS" (H2020) e participa nos projetos "EU-ROPA — Ascensão da Arquitetura Moderna Portuguesa" (FCT).
Membro da comissão “ISC Education and Training” do DOCOMOMO International.
Tese de Doutoramento, ”O Ensino Moderno da Arquitectura. A Formação do Arquiteto nas Escolas de Belas-Artes em Portugal (1931-69)", publicada pela FIMS, Afrontamento, em 2019.
Investiga e publica sobre Regeneração Urbana e Arquitetura Moderna.

 
 
Arquiteta – Moneo Brock, Madrid, Espanha

Sócia fundadora da Moneo Brock, com Jeff Brock, uma empresa internacional de arquitetura, planeamento e design criada em 1993 em Nova Iorque. O estúdio abriu a sua sede em Madrid, em 2002, mantendo a ligação a Nova Iorque e desenvolvendo actualmente projetos em Espanha, Estados Unidos da América, México e República Dominica. Integra um conjunto de profissionais versáteis que se envolvem na identificação e implementação de soluções sustentáveis com grande compromisso na criação de um design de qualidade.
Formada em História da Arte e Artes Visuais na Universidade de Harvard (Magna Cum Laude, 1988), obteve um Mestrado em Arquitetura na Escola de Arquitetura, Planeamento e Conservação da Universidade da Colômbia (Nova Iorque, 1991). Desde 2014 leciona na Escuela Técnica Superior de Arquitectura de Madrid.
Os seus projetos de arquitetura e design de produto estão publicados em edições internacionais.
 
 
Professor do Departamento de Arquitetura da Universidade de Coimbra – Reconversão da Refinaria de Matosinhos

Arquiteto, crítico, curador e Professor Associado da Universidade de Coimbra (UC). Licenciado pela Universidade do Porto (FAUP, 1992) e doutorado pela UC (2009), onde é investigador do Centro de Estudos Sociais (CES). É coordenador do CoimbraStudio, Programa de Doutoramento em Arquitetura da UC.
Comissariou exposições internacionais: nas Capitais Europeias da Cultura, Porto 2001 e Guimarães 2012; na Trienal de Arquitetura de Lisboa de 2007; na Bienal de Arquitetura de São Paulo, em 2007; no Pavilhão de Portugal da XV Bienal de Arquitetura de Veneza, em 2016; na Cité de L’Architecture et du Patrimoine, em Paris, em 2016; no Museu de Arte Contemporânea de Serralves, no Porto, em 2019.
Publicou livros e artigos sobre Arquitetura Portuguesa, dentro e fora de Portugal.
 
 
MESA-REDONDA 4 - Políticas da Arquitetura/Experiências nacionais e internacionais // Moderação Rui Serrano

Live Streaming

 
Deputada e Arquiteta

Integra as comissões parlamentares de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação; Ambiente, Energia e Ordenamento do Território; e Cultura e Comunicação na Assembleia da República (2019- ).
Professora Associada na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa e investigadora do Centro de Investigação em Arquitetura, Urbanismo e Design.
Vereadora no município de Cascais com os pelouros de Gestão Territorial; Inteligência Territorial e Ordenamento do Território (2017-2019).
Autora de publicações, nacionais e internacionais, sobre Arquitetura e Cidade, focando os temas da modernidade, sustentabilidade, ensino e inovação.
Doutorada pelo Royal College of Art, Londres, com a tese “Avenidas Modernas”, um estudo comparativo entre Paris, Londres e Lisboa (apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, 2005-2009).

 
 
Presidente do Grupo OMC de peritos dos Estados-Membros da UE em arquitetura de qualidade e ambiente construído para todos, Estónia

Desde fevereiro de 2020, preside o grupo Open Method of Coordination (OMC), criado na linha da Declaração de Davos, “Por uma cultura de construção (baukultur) com qualidade para a Europa", adotada pelos Ministros da Cultura europeus em janeiro de 2018. Destaca o papel central da cultura no ambiente construído, com uma abordagem integrada do ambiente construído e dos contributos específicos das políticas e das práticas de arquitetura.
Arquiteta e consultora para a área de arquitetura e design no Ministério da Cultura da Estónia é membro do Conselho Consultivo da Bienal de Arquitectura de Tallin e membro do Conselho Consultivo da Associação dos Arquitetos da Estónia.
 
 
Presidente do Royal Institute of the Architects of Ireland (RIAI)

Arquiteto pelo Dublin Institute of Technology, adquiriu experiência em arquitetura e paisagismo na Alemanha e no Canadá e integra a organização governamental de Obras Públicas (https://www.gov.ie/en/organisation/office-of-public-works/) onde é responsável por uma grande diversidade de projetos de obras, conservação e paisagismo e para a qual está a concluir o Green Public Procurement document for Construction (documento sobre a “Contratação Pública Verde para a Construção”). Autor de várias obras publicadas na Europa, Índia, China e Japão, é pontualmente professor convidado e crítico. Foi distinguido com prémios de arquitetura na Europa (2), na Irlanda (25, entre nomeações anuais e trienais) e três prémios de paisagismo. É co-autor de cinco livros.

 
 
Sessão de Encerramento // Moderação Jorge Figueira / Rui Serrano

Live Streaming

 
Presidente DOCOMOMO International; Instituto Superior Técnico, Universidade de Lisboa

No seu mandato, o Docomomo passou para uma dimensão global coordenando mais de 70 países nos cinco continentes.
A teoria e a história da arquitetura e do urbanismo contemporâneos, com foco na sustentabilidade e no reuso do património moderno, são o seu campo de pesquisa. Curadora de exposições, publicou livros e ensaios e coordenou projetos de investigação sobre a Arquitetura Africana ou Equipamentos de Saúde, entre outros.
Atual Presidente da AICA Portugal e Prémio BIAU2016, Prémio ANH-Gulbenkian (2014) e Comendadora da Ordem do Infante Dom Henrique (2006).
Professora Catedrática no Instituto Superior Técnico, Universidade de Lisboa, e professora convidada em universidades em todo o mundo. Catedrática da Universidade de Tóquio.
Vice-presidente da Ordem dos Arquitectos (2008-2010).
 
 
Membro da New European Bauhaus High-Level Roundtable, Comissão Europeia

Desde 2009, é Professor Auxiliar na FAUP onde fundou e coordena o grupo de investigação DFL, dedicado a explorar o impacto da transformação digital no âmbito do pensamento, projecto e construção em arquitectura. Antes da FAUP, foi docente no DArq/FCTUC (Coimbra), na ESARQ-UIC (Barcelona) e no IAAC (Barcelona).
No âmbito da sua investigação sobre fabricação digital aplicada à cortiça em arquitectura, foi Special Student no MIT (Cambridge, MA) e Visiting Scholar na UPenn (Philadelphia, PA).
Arquitecto pela FAUP, Master em Arquitecturas Genéticas pela ESARQ-UIC (Barcelona) e Doutor em Arquitectura pelo IST-UTL (Lisboa).
 
 
Diretora-Geral do Território, Coordenadora do Grupo de Trabalho Novo Bauhaus Europeu

Licenciada em Geografia e Planeamento Regional, pós-graduada em Ordenamento do Território e Planeamento Ambiental, Mestre em Administração Pública e diplomada em Estudos Avançados em Políticas Públicas.
Preside à Comissão Nacional do Território, à Comissão de Acompanhamento da Arquitetura e da Paisagem, ao Conselho Coordenador de Cartografia e ao Fórum Inter-setorial do Programa Nacional da Política de Ordenamento do Território (PNPOT).
Responsável pela coordenação geral da revisão do PNPOT, em vigor desde 2019, e pela coordenação operacional da elaboração dos Planos Regionais de Ordenamento do Território, da Área Metropolitana de Lisboa, em vigor desde 2002, e do Oeste e Vale do Tejo, em vigor desde 2009.
Autora de diversas comunicações e publicações nas áreas da sua especialidade.


 
 
Ministro do Ambiente e da Ação Climática

Ministro do Ambiente no anterior Governo, até outubro 2018.
Presidente do Conselho de Administração da Águas do Porto (2014-2015).
Assessor do Conselho de Administração das empresas Terminais do Norte e Portos do Norte (Grupo Manica), assumindo funções de gestão do Porto de Nacala, em Moçambique (2012-2013).
Administrador da Quarternaire Portugal, SA (1999-2005).
Chefe de Gabinete do Secretário de Estado Adjunto da Ministra do Ambiente (1997-1999) e Adjunto do Secretário de Estado dos Recursos Naturais (1995-1997).
Docente do Instituto Superior Técnico (Infraestruturas) e do Instituto Superior de Transportes (Impactos Energéticos e Ambientais dos Transportes). Lecionou como convidado em mestrados nas Universidades do Porto, Técnica de Lisboa e de Nápoles.


 
 
Presidente da Ordem dos Arquitectos

Em 1975, estabeleceu a sua própria prática e, em 1991, fundou o atelier Gonçalo Byrne Arquitectos.
Membro da Associação dos Arquitectos Portugueses/Ordem dos Arquitectos desde 1970 e da Associação Italiana de Arquitetos da Província de Vicenza desde 2008.
Integrou a direção da Secção Portuguesa da UIA, sendo seu delegado em assembleias mundiais e congressos da estrutura.
Tem ensinado em universidades internacionais; Lausanne, Harvard, Veneza, Mendrisio, Leuven, Pamplona, Milão, Kansas State University e outras.
Integrou júris de concursos e prémios; Mies van der Rohe Award 2017; Prémio Vasco Vilalva (Fundação Calouste Gulbenkian); o Swiss Architectural Award - BSI Architectural Foundation (do qual é membro permanente do conselho consultivo), o Premio Juana de Vega (La Coruña) e outros.
 

Live Streaming

Imagens do evento disponíveis a partir de 8 e 9 de junho.

Para mais informações contacte-nos através do e-mail comunicacao@ordemdosarquitectos.org




Organização

Alto Patrocínio

Parceiros Institucionais

Parceiro Media

Patrocinador Exclusivo